fbpx

Ação nos Bares Maio Amarelo

Quem será o motorista da rodada? O retorno seguro para casa será de aplicativo? Essas foram algumas das perguntas direcionadas aos clientes de bares da região central de São José dos Campos pela equipe do EducaMob da Secretaria de Mobilidade Urbana em parceria com o SAMU e com o apoio da Polícia Rodoviária Federal.
O objetivo da ação que integra a programação do Maio Amarelo é despertar a consciência de que bebida e direção não combinam e podem resultar em acidentes.
Por cerca de quatro horas, uma equipe de cinco pessoas, envolvendo educadores do EducaMob, agente da mobilidade, socorrista e enfermeiro circularam entre as mesas para um bate-papo descontraído sobre segurança viária e regras no trânsito.

O destaque da noite foi o teste de alcoolemia. Com o apoio de um bafômetro da PRF, diversos testes foram realizados e muita gente se surpreendeu com o resultado.

“Nunca tinha feito o teste do bafômetro e foi uma experiência incrível. A ação foi muito boa para nos conscientizar que a coisa é realmente séria. Hoje, na minha concepção havia bebido pouco, e mesmo assim mostrou que estava acima do limite do aparelho”, disse a aposentada Dóris Galvão, 65 anos. Ela aprendeu o impacto da bebida no seu organismo.

O empresário Tobias Nunes, 30 anos, é adepto do motorista da vez quando sai com seus amigos. E embora não fosse o escolhido do dia, encarou o teste do bafômetro. O sinal verde indicou sua aprovação no teste. “Achei a ação super educativa. O pessoal é muito atencioso e explica muito bem. A primeira experiência que eu tive com o bafômetro não foi positiva, não me passaram nenhuma informação e hoje eu realmente me conscientizei. Foi um ótimo trabalho”.
O teste de bafômetro mede a incidência de álcool presente no organismo. E existe um limite mínimo, para fins legais, que é de até 0,33 mg de álcool por litro de ar expedido nos pulmões durante os testes. Até esse limite, o motorista está “apenas” cometendo uma infração de trânsito e já é multado; a partir disso, já é considerado crime.
O limite de tolerância na Lei Seca continua zero.

E há quem respeite à risca as regras da Lei Seca. Eleita a motorista da rodada, a analista de RH, Luana Braga, 33 anos, passou no teste do bafômetro. “Acho muito válida a ação, pois aumenta a consciência das pessoas para beber e não dirigir e gostaria que tivesse mais ações como esta”.
Teve até empresário e dono de bar aprovado no teste da alcoolemia. E ele registrou tudo em suas redes sociais reforçando aos clientes dicas como a do motorista da rodada e o uso do aplicativo. “Sou dono de bar, trabalho onde vocês se divertem, mas gente, quem sair para beber não dirija”, disse João Paulo Cordoba, em seu perfil no Instagram.

  • Prefeitura Municipal de São José dos Campos - Secretaria de Mobilidade Urbana
  • Intervenção urbana.
  • 12/05/2022
  • Entre 300 e 600 pessoas.
  • São Paulo.
  • São José dos Campos
Sem comentários

Escreva um comentário

Translate »