Ações & Notícias

Reunião de comissões federais avaliam ações do Maio Amarelo

Promovido pelo deputado Hugo Leal, encontro reuniu representantes da CVT, FPDTS, PRF, ONSV e Seguradora Líder-DPVAT

A Comissão de Viação e Transportes (CVT) da Câmara Federal em conjunto com a Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro (FPDTS) promoveram nesta quarta-feira, 31 de maio, em Brasília, reunião para avaliação das ações do Maio Amarelo. O encontro foi realizado a partir de um requerimento do deputado Hugo Leal, presidente da FDTS.

A mesa foi composta por Augusto Cunha Penha, do Núcleo de Prevenção de Acidentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal), Daniela Gurgel, gestora de Comunicação do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária e José Ismar Torres, presidente da Seguradora Líder-DPVAT, que fizeram apresentação das ações de suas entidades voltadas à prevenção de acidentes com mortes e sequelados. A deputada Christiane Yared também participou do evento.

O deputado Hugo Leal destacou a importância da ONSV e da Líder DPVAT na luta incansável pela reversão do cenário enfrentado nas vias e nas rodovias e na parceria com a Frente Parlamentar.  Leal lembrou também o comprometimento da CVT e da FPDTS, nos assuntos referentes à segurança no trânsito.

Maio Amarelo

O Movimento Maio Amarelo tem por objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Criado pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária na esteira da determinação da Assembleia-Geral das Nações Unidas  (ONU) que editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”,  o Maio Amarelo é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil.

A intenção é colocar em pauta a segurança viária e mobilizar toda a sociedade para discutir o tema, estimulando o cidadão a promover atividades voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada um, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito. Ações do Maio Amarelo são desenvolvidas em todos os estados brasileiros e em outros 26 países nos cinco continentes.

Os acidentes de trânsito no Brasil foram responsáveis em 2014 (últimos dados oficiais disponíveis) por cerca de 43 mil mortes. Vale lembrar também que, em decorrência deles, um contingente extremamente superior passa a conviver com sequelas e invalidez permanente, por exemplo. Além disso, os custos com os acidentes de trânsito representam montante de R$ 56 bilhões que poderiam ser voltados a ações sociais.

Neste ano de 2017, o Maio Amarelo tem como tema “Minha escolha faz a diferença”, que visa alertar que no trânsito todos têm de estar muito atentos para a escolha certa, já que dados apontam que as causas de 90% dos acidentes no país estão ligadas a falhas humanas (imperícia, imprudência, entre outros).

Faça um comentário