ONSV fala sobre Maio Amarelo em fórum de discussões de faculdade

Importância da melhor escolha no trânsito e do respeito às regras foram destacados

“Maio Amarelo, um convite ao trânsito Seguro” foi o tema da palestra proferida a estudantes da Faculdade Anhanguera, de Indaiatuba, por Alex Casimiro, do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária. A atividade integrou o “Fórum Direção Segura e Envelhecimento” e foi realizada nesta quinta-feira, 18 de maio, no auditório da Prefeitura.

A importância da melhor escolha no trânsito, os riscos da negligência ao volante, do beber/dirigir, do uso do celular ao volante e do desrespeito às regrais gerais do trânsito foram lembrados na fala de Casimiro aos estudantes.

As dimensões do Maio Amarelo no Brasil, onde o Movimento mobiliza cidades de todos os estados e em outros 26 países dos cinco continentes também foram abordados por ele na palestra. Outros temas de debate do Fórum foram Fisiologia do Envelhecimento,  Critérios para Renovação de CNH, Impactos do Parar de Dirigir e Reabilitação e Adaptação Veicular, proferidos por profissionais especializados nas respectivas áreas.

Maio Amarelo

O Movimento Maio Amarelo tem por objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Criado pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária na esteira da determinação da Assembleia-Geral das Nações Unidas  (ONU) que editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”,  o Maio Amarelo é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil.

A intenção é colocar em pauta a segurança viária e mobilizar toda a sociedade para discutir o tema, estimulando o cidadão a promover atividades voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada um, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito. Ações do Maio Amarelo são desenvolvidas em todos os estados brasileiros e em outros 26 países nos cinco continentes.

Os acidentes de trânsito no Brasil foram responsáveis em 2014 (últimos dados oficiais disponíveis) por cerca de 43 mil mortes. Vale lembrar também que, em decorrência deles, um contingente extremamente superior passa a conviver com sequelas e invalidez permanente, por exemplo. Além disso, os custos com os acidentes de trânsito representam montante de R$ 56 bilhões que poderiam ser voltados a ações sociais.

Neste ano de 2017, o Maio Amarelo tem como tema “Minha escolha faz a diferença”, que visa alertar que no trânsito todos têm de estar muito atentos para a escolha certa, já que dados apontam que as causas de 90% dos acidentes no país estão ligadas a falhas humanas (imperícia, imprudência, entre outros).

Faça um comentário