Ações & Notícias

Maio Amarelo lança a campanha “Minha escolha faz a diferença no trânsito”

O Movimento Maio Amarelo, que neste ano tem o tema “Minha escolha faz a diferença”, inicia nesta terça-feira, 2 de maio, em todas as redes sociais (Twitter, Facebook e site da mobilização), campanha que alerta e busca o apoio da sociedade contra o número elevado de mortos e feridos graves em acidentes de trânsito no Brasil e no mundo.

A mobilização, deflagrada por órgãos, instituições, empresas e diversos setores da sociedade civil, ocorre em cidades de todos os estados brasileiros e em outros 26 países dos cinco continentes.

A campanha, lançada pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, que coordena a mobilização em todo o Brasil, inclui várias peças sobre a importância do trânsito seguro e estimula, também, a sociedade a demonstrar seu apoio ao Maio Amarelo. E isso, entre várias formas, pode se dar com a personalização, pelos apoiadores, de suas páginas na rede social Facebook adotando o twibbon nas fotos de capa e de perfil, com a hashtag “Minha escolha faz a diferença”.

Demonstrar nas redes sociais seu apoio à causa da segurança no trânsito e pela redução do número de mortos e de feridos graves em acidentes de trânsito é fácil, como se pode ver abaixo.

1112
Mostre seu apoio ao Movimento Maio Amarelo clicando aqui!

Basta acessar o site www.maioamarelo.com ou o do OBSERVATÓRIO: www.onsv.org.br e clicar para compartilhar, não tem segredo. No twitter e facebook, basta adicionar a campanha e efetivamente mudar seu comportamento no trânsito.

Maio Amarelo

O Movimento Maio Amarelo tem por objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Criado pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária na esteira da determinação da Assembleia-Geral das Nações Unidas  (ONU) que editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”,  o Maio Amarelo é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil.

A intenção é colocar em pauta a segurança viária e mobilizar toda a sociedade para discutir o tema, estimulando o cidadão a promover atividades voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada um, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito.

Os acidentes de trânsito no Brasil foram responsáveis em 2014 (últimos dados oficiais disponíveis) por cerca de 43 mil mortes. Vale lembrar também que, em decorrência deles, um contingente extremamente superior passa a conviver com sequelas e invalidez permanente, por exemplo. Além disso, os custos com os acidentes de trânsito representam montante de R$ 56 bilhões que poderiam ser voltados a ações sociais.

Faça um comentário