Ações & Notícias

Agosto: Mês do Ciclista

Com a intenção de promover um mês para várias ações de segurança viária, o Movimento Maio Amarelo propôs uma Agenda Positiva 2015. Em agosto, toda nossa atenção será para o ciclista.

Com a intenção de promover um mês para várias ações de segurança viária, o Movimento Maio Amarelo propôs uma Agenda Positiva 2015, ou seja, a cada mês a sociedade deve voltar os olhos para um determinado tema. Agosto foi escolhido para ser o mês do ciclista.

Para dar andamento aos trabalhos, propomos uma reflexão do que significam as bicicletas hoje dentro do atual conceito de mobilidade urbana. Com isso, sugerimos que todos proponham ações no sentido de informar, educar e, principalmente, respeitar quem está sobre duas rodas.

A rua deve ser C-O-M-P-A-R-T-I-L-H-A-D-A por todos; e, por isso, a bicicleta tem seu espaço garantido e seguro pelo o bom senso e pela legislação. O artigo 58, do Código de Trânsito Brasileiro diz que: “nas vias urbanas e nas rurais de pista dupla, a circulação de bicicletas deverá ocorrer, quando não houver ciclovia, ciclofaixa, ou acostamento, ou quando não for possível a utilização destes, nos bordos da pista de rolamento, no mesmo sentido de circulação regulamentado para a via, com preferência sobre os veículos automotores”.

Com isso, você que se engajou no Movimento Maio Amarelo deve manter acessa a chama de que a segurança no trânsito é feita todos os dias, por todos que estão em trânsito. Portanto, mãos à obra.

Vamos dar algumas ideias do que você pode fazer no seu trabalho, no seu bairro, junto ao seu grupo de amigos ou, mesmo, dentro de casa:

  • faça uma conversa/palestra sobre o melhor convívio com ciclistas X motociclista X pedestres; proponha uma abordagem nos pontos de maior movimento de motoristas e pedestres; converse com alunos de todo ensino fundamental e médio sobre as regras e os riscos de andar de bicicleta explicando que a bike é um veículo; e, portanto, tem que cumprir as leis de trânsito;
  • vá aos centros de convivência de idosos e distribua algum panfleto para que todos tenham cuidado ao atravessar a rua, principalmente com as bicicletas na contramão;
  • Além disso, você pode conversar com seus vizinhos ou com seu grupo de amigos para que todos reavaliem o seu comportamento no trânsito, seja como motorista, pedestre, ciclista, passageiro ou motociclista. Todo dia é dia de um trânsito seguro!

Faça um comentário